Cogumelo pode substituir carne

Rico em proteína, o cogumelo pode ser um excelente substituto da carne, sem deixar nada a desejar.

Nós já falamos aqui, que o cogumelo é o superalimento da década. Cheio de vitaminas e minerais. Mas o que pouca gente sabe é que o cogumelo também é uma ótima fonte de proteína e pode, portanto, substituir a carne em dietas vegetarianas e veganas, por exemplo.

Algumas pessoas, porém, podem questionar que devido ao preço por quilo, essa troca não compensa, é melhor partir para outras fontes de substituição. No entanto, quando analisado o rendimento do cogumelo versus o da carne, uma surpresa, o rendimento do fungo é muito maior que o da carne.

Dessa forma, o comestível é uma excelente opção para substituir qualquer tipo de carne que você consuma, além de ser muito mais saudável, e com melhor custo-benefício devido ao rendimento.

Economia no bolso

O custo-benefício em relação a carne está no rendimento que ele proporciona. Mesmo que o quilo da carne seja um pouco mais barato que o quilo do cogumelo comum, seu consumo traz economia ao bolso do consumidor.

Tendo em vista que um quilo de carne rende aproximadamente 5 refeições, ou seja, consagrando até cinco pessoas, e com a mesma quantidade de cogumelo é possível servir com tranquilidade de 8 a 9 pessoas, pois o seu consumo traz mais saciedade.

Mesmo pequeno, o fungo comestível rende bastante podendo servir para o preparo de vários pratos e atender muito mais pessoas.

Cogumelo comum tem agrotóxico?

Uma das maiores dúvidas dos consumidores em relação ao cultivo do alimento comum é em relação ao uso de agrotóxicos. Porém, o cultivo do cogumelo comum também é livre de agrotóxicos, salvo raras exceções. Isso porque não é uma prática comum dentro do cultivo desse alimento, então se você sabe a procedência do produto, pode consumir ele despreocupadamente.

De onde vem a proteína do cogumelo?

Existem quatro tipos de reinos: mineral, animal, vegetal e fungos, também conhecido como fungi. Uma das características mais importantes e estudadas desse fungo comestível é a capacidade dele de transformar material orgânico em decomposição em proteína. Ou seja, ele é comestível porque converte o fungo em proteína e é livre de substâncias tóxicas, enquanto os não comestíveis, não possuem essa característica, sendo, portanto, venenosos e alucinógenos.

In natura ou conserva

Além da proteína, o cogumelo desenvolve uma alta quantidade de fibras e os benefícios dele não param por aí. A maior parte dele é composta por água, além de possuir pouca quantidade de gordura.

O consumo fica a gosto, in natura ou em conserva, porém, in natura tem mais vantagens. In natura deve ser consumido em no máximo 10 dias. Já a forma em conserva é a mais comum nos supermercados, já que o prazo de validade pode chegar a seis meses. O que também interfere no preço, que costuma ser mais caro que in natura.

Na hora de comprar o cogumelo em conserva é preciso ficar atento a características do produto, pois muitos são importados e no seu processo é utilizado muita química para conserva-lo, sendo assim a recomendação é ficar de olho com validades muito elevadas e produtos com cheiro muito forte quando abrir.

Outro cuidado no consumo do produto em conserva é que este é mais rico em sódio, que é um nutriente que deve ser consumido com moderação. O consumo diário de sal recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 5g de sal por dia. No Brasil, essa média é de 12 gramas per capita ao dia.

Pizza vegana com cogumelo. Uma boa pedida para substituir a carne e saborear esse alimento pequeno, mas completo.

Grupo Lin

O Grupo Lin está há 40 anos no mercado contribuindo com o que há de melhor na produção, cultivo e comercialização de cogumelos em Mogi das Cruzes.

Possuímos mais de 70 câmaras de cultivo e 7 túneis de pasteurização com um moderno laboratório de sementes que permite uma produção média de 1.800 toneladas anuais.

Nossos investimentos em equipamentos modernos de cultivo e conhecimento, trazidos de países da Europa e Ásia são fatores cruciais para o reconhecimento e prestígio que temos hoje no Brasil.

O município de Mogi das Cruzes é responsável por cerca de 80% da produção nacional de cogumelos e nós temos orgulho em fazer parte considerável desse número.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Imprimir
Fechar Menu